Secretário de Estado das Comunidades visitou ATL de Alvarães para luso-descendentes.

20-DEZ-2016

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirmou esta segunda-feira em Alvarães que gostava de ver replicada noutros pontos do país a experiencia do ATL para crianças luso-descendentes. O governante visitou a localidade para conhecer o programa de ocupação de tempos livres em que vão participar até ao final de julho, 20 filhos de emigrantes. O Secretário de Estado, José Luís Carneiro afirmou que “era muito importante que a experiência fosse replicada noutros pontos do país, na medida em que historicamente o país em sempre conviveu bem com aqueles que viviam fora e vinha cá esporadicamente no Natal, na Páscoa e nas férias de Verão”. A iniciativa de apoio às famílias emigrantes de Alvarães é apoiada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo. O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas esteve ontem em Viana do Castelo para um conjunto de reuniões e visitas. Em Viana do Castelo, José Luís Carneiro reuniu com os autarcas do Alto Minho e esteve com empresários de Viana do Castelo. A visita do Secretário de Estado das Comunidade Portuguesas começou com uma reunião com os dez autarcas do Alto Minho, onde informou os presidentes das Câmaras da CIM Alto Minho do trabalho que está a ser desenvolvido pelo Governo na melhoria do apoio e informação às comunidades portuguesas na diáspora, tirando partido dos novos meios tecnológicos, bem como articulando serviços e funções como os gabinetes de apoio aos emigrantes que foi constituído na maioria dos municípios. Já na freguesia de Alvarães, o governante visitou o programa de ocupação de tempo livres para as crianças lusodescendentes, designado “Férias Divertidas de Verão” e que foi criado pela primeira vez em 2015 a cargo da junta de freguesia local. Também em Alvarães, José Luís Carneiro reuniu com empresários, dando a conhecer o trabalho da secretaria de estado para a construção de uma rede de apoio ao investimento e à internacionalização de pequenas e médias empresas. A visita terminou com um contacto direto entre empresários de Viana do Castelo e empresários portugueses que estão instalados na comunidade parisiense, criando assim pontes para futuros projetos de cooperação entre si.

  • Partilhar